89º Campeonato Internacional Amador de Portugal - Senhoras

Responder
saraiva
Golfista
Mensagens: 238
Registado: sábado jan 19, 2019 3:55 am

89º Campeonato Internacional Amador de Portugal - Senhoras

Mensagem por saraiva » segunda jan 21, 2019 8:45 pm

Imagem

30 de janeiro a 02 de fevereiro 2019
Montado Golf Resort

saraiva
Golfista
Mensagens: 238
Registado: sábado jan 19, 2019 3:55 am

Re: 89º Campeonato Internacional Amador de Portugal - Senhoras

Mensagem por saraiva » sábado fev 16, 2019 2:24 pm

Imagem

89.º Campeonato Internacional Amador de Portugal – Senhoras – Pauline Roussin-Bouchard é a primeira campeã francesa do Internacional de Portugal na última década
Gaulesa venceu a competição no Montado Hotel & Golf Resort com uma pancada de vantagem sobre a compatriota Lucie Malchirand. Portuguesa Sara Gouveia foi 36.ª.

Pauline Roussin-Bouchard venceu hoje o 89.º Campeonato Internacional Amador de Portugal – Senhoras no Montado Hotel & Golf Resort, em Palmela, tornando-se a primeira francesa a erguer o troféu desde Rosanna Crepiat em 2009. E fê-lo ganhando pela margem mínima sobre a compatriota Lucie Malchirand.

Roussin-Bouchard, de 18 anos, n.º 117 no ranking mundial amador feminino, totalizou 283 pancadas (69-74-71-69), 5 abaixo do Par, contra as 284 da vice-campeã (70-68-75-71), de 15 anos. São ambas de Marselha, mas enquanto a primeira é jogadora do clube de Valescure, a segunda representa o Golf Marseille La Salette.

Pauline Roussin-Bouchard venceu hoje o 89.º Campeonato Internacional Amador de Portugal – Senhoras no Montado Hotel & Golf Resort, em Palmela, tornando-se a primeira francesa a erguer o troféu desde Rosanna Crepiat em 2009. E fê-lo ganhando pela margem mínima sobre a compatriota Lucie Malchirand.

Roussin-Bouchard, de 18 anos, n.º 117 no ranking mundial amador feminino, totalizou 283 pancadas (69-74-71-69), 5 abaixo do Par, contra as 284 da vice-campeã (70-68-75-71), de 15 anos. São ambas de Marselha, mas enquanto a primeira é jogadora do clube de Valescure, a segunda representa o Golf Marseille La Salette.

Houve alguma contenção nos festejos por parte da vencedora, já que Malchirand, jogando no mesmo grupo, liderava por três shots depois de ter feito um chip-in no 15 para birdie e foi-se abaixo com um duplo bogey no 17, não evitando lágrimas de tristeza e estupefação no final.

Mas mérito para a campeã, que marcou birdies nos 16 e 17 para operar a reviravolta, conseguindo pelo segundo dia seguido a melhor volta. “Estou muito contente, porque os últimos dois anos foram difíceis para mim, tive alguns problemas com o meu chipping e não ganhei nada desde então”, disse. “Portugal é o primeiro torneio do ano, pelo que é um bom começo”, acrescentou a francesa, que pretende seguir uma carreira na alta-roda profissional.

A inglesa Georgina Blackman foi terceira com 287 (70-71-74-72) e a vencedora de 2018, a também inglesa Isobel Wardle, foi quarta com 290 (74-68-71-77). Wardle havia partido para a última volta a partilhar o comando com Malchirand, ambas seguidas à distância mínima por Roussin-Bouchard.

A última jogadora a vencer o Internacional de Portugal duas vezes seguidas foi a espanhola Mari Carmen Navarro em 1986-1987.

O Internacional Amador de Portugal – Senhoras contou pela segunda vez consecutiva para o ranking de apuramento para a seleção europeia da PING Junior Solheim Cup.

SARA GOUVEIA: “OBJETIVO CUMPRIDO”

A vice-campeã nacional Sara Gouveia foi a única portuguesa que passou o cut na sexta-feira, hoje fechou com 77 caindo das 32.ªs para 36.ª, com um total de 303 (+15), mas naturalmente fez um balanço positivo da primeira vez em que garantiu presença na última volta do Internacional de Portugal.

“Alcancei o meu objectivo pessoal, num torneio com um conjunto muito forte de jogadoras”, afirmou a atleta de 19 anos, membro da seleção nacional que esteve no Montado. “Hoje gostava de ter subido um pouco mais na classificação, fiquei um pouco aquém do que estava à espera, mas saio satisfeita com o meu desempenho.”

FRANÇA II VENCE TAÇA DAS NAÇÕES

Na Taça das Nações (Nations Cup), competição coletiva que se desenrolou nos três primeiros dias de prova, saiu vencedora a equipa da França II, composta pela campeã individual Lucie Malchirand, Lilas Pinther e Mathilde Delavallade.

Num formato de jogo em que se aproveitam os dois melhores resultados diários de cada trio, o trio campeão somou 430 pancadas (-2) e ganhou com quatro de vantagem sobre a Escócia II, composta apenas por Chloé Goadby e Hazel Macgarvie, líderes individuais no primeiro e segundo dias, respectivamente.

Houve 25 equipas em prova, sendo que Portugal, com Sara Gouveia, Leonor Medeiros e Sofia Sá, terminou em 17.º com 254 (+22).

Fotografia de Pauline Roussin-Bouchard por Filipe Guerra/GolfTattoo/FPG

Gabinete de Imprensa da FPG

Lisboa, 2 de fevereiro de 2019

Responder