Jogos Olímpicos TOKYO 2020

Responder
saraiva
Golfista
Mensagens: 203
Registado: sábado jan 19, 2019 3:55 am

Jogos Olímpicos TOKYO 2020

Mensagem por saraiva » quarta mar 13, 2019 10:48 am

Imagem

saraiva
Golfista
Mensagens: 203
Registado: sábado jan 19, 2019 3:55 am

Re: Jogos Olímpicos TOKYO 2020

Mensagem por saraiva » terça abr 09, 2019 10:27 pm



SOBRE NÓSCENTRO DE DOCUMENTAÇÃOMEMBROSHANDICAPSCAMPEONATOSREGRASPROJETO DRIVESELEÇÃO NACIONALFORMAÇÃOJAMORMEDIACONTACTOS

JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020 - RICARDO MELO GOUVEIA JUNTA-SE A LIMA E FIGUEIREDO NO PROJETO TÓQUIO 2020

Notícias

[http://portal]

JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020 – Ricardo Melo Gouveia junta-se a Lima e Figueiredo no Projeto Tóquio 2020

É inédito: há três golfistas portugueses a serem apoiados pelo Comité Olímpico de Portugal à qualificação para os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio. Filipe Lima e Ricardo Melo Gouveia procuram a segunda presença consecutiva na prova de golfe depois do Rio de Janeiro em 2016 e Pedro Figueiredo quer fazer a sua estreia.

A qualificação para as provas de golfe dos Jogos Olímpicos de Tóquio começou a 1 de Julho 2018 e estende-se até 22 de junho de 2020. Como em 2016 no Rio de Janeiro, o lote de participantes é de 60 jogadores tanto para homens como para senhoras, havendo neste momento, o que é inédito, três portugueses dentro do apuramento provisório.

O Comité Olímpico de Portugal acaba de confirmar a integração do atleta Ricardo Melo Gouveia no nível de Apoio à Qualificação do Projeto Tóquio 2020, de janeiro de 2019 a junho de 2019, por via do 68.º lugar no Ranking de Qualificação Olímpica (RQO), no dia 30 de Dezembro de 2018.

Simultaneamente, e no mesmo âmbito, o COP confirmou a renovação das integrações dos atletas Filipe Lima e Pedro Figueiredo pelo mesmo período, por via do 63.º e 65º lugares, respetivamente.

As grelhas de integração olímpica para o golfe dividem-se em três níveis de apoio: Top Elite – 1.º a 10.º lugares no RQO; Elite – 11.º a 20.º no RQO; e Apoio à Qualificação – 21.º a 68.º no RQO, em 2018; e 21.º a 64.º. em 2019. Qualquer um destes apoios no golfe é revisto no final de cada semestre.

A diferença entre elites tem a ver com o montante atribuído. A manterem-se nas posições até ao 68.º lugar, os três portugueses irão receber uma verba de cerca de 20 mil euros anuais, com uma bolsa não inferior a 600 euros e o restante para ser aplicado conforme o plano de atividades e orçamento do COP.

Para as provas de golfe olímpicas, qualificam-se os 15 primeiros no ranking mundial (desde que não haja mais de quatro jogadores do mesmo país) e, a partir do 16.º lugar, cada país tem direito a dois jogadores, de acordo com as suas posições na tabela, até perfazerem 60. Todos os continentes receberão pelo menos uma vaga e o Japão, como anfitrião, tem garantida presença nas provas masculina e feminina.

Presentemente, no Ranking Mundial, Filipe Lima é 386.º, Pedro Figueiredo 444.º e Ricardo Melo Gouveia 488.º. O primeiro compete este ano no Challenge Tour, o segundo e o terceiro estão no European Tour, o principal circuito europeu de profissionais.

Em 2016, no regresso do golfe aos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro após uma longa ausência, Filipe Lima e Ricardo Melo Gouveia representaram Portugal na competição masculina.

Em Tóquio, as provas de golfe jogam-se no Kasumigaseki Country Club, um clube privado em Saitama.

Gabinete de Imprensa da FPG

Lisboa, 7 de abril de 2019



Enviado do meu SM-G531F através do Tapatalk


Responder